PANTANAL

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

ROTEIRO TURÍSTICO - MÍSTICO DE BARRA DO GARÇAS - MATO GROSSO



Serra do Roncador

Barra do Garças é um município brasileiro do estado de Mato Grosso. Localiza-se a uma latitude 15º53'24" sul e a uma longitude 52º15'24" oeste, estando a uma altitude de 318 metros. Sua população em 2011 era de 56.903 habitantes. Possui uma área de 9.142,008 km². 

A fundação do povoado deu-se em 13 de junho de 1924, dia do padroeiro Santo Antônio, por Antônio Cristino Côrtes, Francisco Luiz Esteves e Francisco Dourado. A primeira atividade econômica foi a mineração, que era feita concomitantemente com agricultura e pecuária de subsistência. O crescimento da cidade possibilitou sua emancipação em 15 de setembro de 1948 (via transferência da sede de municipio, antes localizada em Araguaiana) com 212 mil km² e ampliado posteriormente para 273,476 mil km², tornando-se, na época, o maior município do mundo. 

Encravado aos pés da Serra Azul, um braço da Serra do Roncador, o município é banhado pelos Rios Araguaia e Garças. Das Serras que o circundam brotam vários córregos, que em sua descida para o rio, vêm criando dezenas de cachoeiras de beleza incontestável. Barra localiza-se no centro geodésico do Brasil e também é conhecida como Portal da Amazônia onde se inicia o paralelo 16. 

A altitude está entre 320 metros e a temperatura média anual 21°C (podendo chegar aos 4°C e aos absolutos 40°C), com duas estações bem definidas: verão chuvoso de outubro a maio, e inverno] seco de junho a setembro. A baixa umidade relativa do ar durante os meses de agosto e setembro pode ficar inferior a 12%. 

A cidade possui o maior potencial turístico do Vale do Araguaia. Afinal, foi contemplada com inúmeras recursos naturais. Para além do Rio Araguaia, conhecido polo de atração turística em sua temporada de praia, é na cidade que, pela Serra Azul, se inicia o complexo de Serras do Roncador, local envolvido de muito misticismo e que, segundo alguns, possui um portal interdimensional diretamente conectado a Macchu Picchu descoberto pelo famoso CoronelPercy Fawcett, desaparecido em uma missão de localização da 'cidade perdida' em 1925. Foi ainda ponto de partida da famosa expedição Xingu dos Irmãos Villas-Bôas Além de atrair o turismo místico a Serra do Roncador possui excelentes pontos de trilhas naturais e belíssimas cachoeiras dentro da cidade o que propicia facílimo deslocamento para os turistas portando-se excelente opção para o turismo ecológico

Ponto de encontro dos Rios Araguaia e Garças, Barra do Garças possui belíssimas praias onde em época de temporada aflui milhares de turistas provenientes de todos estados do país. Com uma noite agitada e culturalmente rica, Barra do Garças é um dos polos prediletos da juventude para curtir a temporada do Rio Araguaia nas férias escolares de julho. 

O parque das águas quentes conta com piscinas hidrotermais, toboágua, rio da preguiça, bar molhado, com temperaturas que variam de 31 a 43 graus com propriedades terapêuticas como a diminuição da viscosidade do sangue, aumento da vitalidade sexual, melhora da digestão gástrica e duodenal, servindo também à fisioterapia. 

Além dos banhos, o parque oferece uma estrutura com bares, restaurantes, duchas, vestiários e instrutores de hidroginástica e ginástica de alongamento. 

Também com a intenção de movimentar o turismo, na década de 1990 se construiu um "Aeroporto para discos voadores" na cidade.[6][7]

Um obelisco, na entrada leste da cidade, oferece aos cidadãos barra-garcenses e ao turista que visita Barra do Garças, uma orientação geográfica indicando sua entrada na Amazônia Legal. 

O município conta também com várias cachoeiras. As principais ficam situadas na Serra Azul que também possui o Cristo Redentor visível na maior parte da cidade. “http://pt.wikipedia.org/wiki/Barra_do_Gar%C3%A7as” 

O TURISMO MÍSTICO DE BARRA DO GARÇAS EM MATO GROSSO
Turismo místico tem como principal motivo de viagem a busca pelo autoconhecimento. Matas, florestas, rios, lagos, cascatas e cavernas – que possuem forte potencial energético são os ambientes mais procurados. A localização privilegiada de Mato Grosso – Centro Geodésico da América do Sul e do Brasil - potencializa esta aptidão mística-esotérica já consagrada pelas nações indígenas e populares do passado. Lendas e mistérios marcam o Araguaia mato-grossense, região rica em grutas e cavernas. A Serra do Rocandor, com suas intrigantes formações rochosas, é consideradas o local do chácara do planeta. A região dispõe ainda de discoporto, na expectativa de servir de pouso para seres extraterrestres e OVNIs. Outro atrativo único do Araguaia são as tribos indígenas que podem ser visitados com autorização prévia e escrita da FUNAI. No Cerrado, o principal destino místico é Chapada dos Guimarães. O local onde havia mar, depois floresta possui vestígios paleontológicos, como conchas fossilizadas na argila. É uma ótima opção para quem quer recarregar as energias em envio a uma paisagem belíssima com cachoeira, sítios arqueológicos e cavernas. Ponto Equidistante entre o Atlântico e o Pacífico, localizado no Centro Geodésico da América do Sul, o local atrai místicos e sensitivos do mundo inteiro. 


SUGESTÃO DE TEMPO
3 dias/2 noites 

COMO CHEGAR 
500 km de Cuiabá indo pelas BRs-070 e 364 

O Roteiro Inicia a partir do aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande passando por Cuiabá, acessando a BR 070 e 364, com um cenário muito bonito no percurso de 500 km que vai até Barra do Graças e termina com o retorno para em Cuiabá e aeroporto Marechal Rondon em Várzea Grande - MT 

O Turismo pode ser realizado durante todo o ano, em qualquer dia. 


O QUE VISITAR 


PARQUE DAS ÁGUAS QUENTES – Duração manhã ou tarde 
A 5 km do centro da cidade (Barra do Garças) por via asfaltada, o Parque das Águas Quentes oferece horas de relaxamento em suas piscinas de água corrente para banhos de imersão, com temperaturas que variam de 31 a 43 graus em meio a um bosque nativo. As águas possuem qualidade terapêutica, como baixa de pressão arterial, diminuição da viscosidade do sangue, aumento da vitalidade sexual, excelente para tratamentos renais, reumatológicos e fisioterápicos. O Rio da Preguiça e o escorregador com bóias proporcionam horas de divertimento saudável. O parque funciona de 08:00 às 21:00 h e possui vestiários, guarda-volumes, bar molhado, lanchonete e restaurante (almoço opcional). Levar trajes de banho e toalha. Não acompanha guia. 


PARQUE ESTADUAL DA SERRA AZUL - Fullday
A 4 km do centro da cidade (Barra do Garças) por via asfaltada, o parque foi demarcado há pouco tempo e está em fase de implantação. Visita ao local do futuro Discoporto e ao Mirante do Cristo. Em seguida, faremos a Trilha das Cachoeiras. A mais alta é a Cachoeira do Cristo e através de uma trilha de fácil acesso, vamos conhecer várias cachoeiras. Almoço tipo lanche na Cachoeira da Usina (incluído). Opcional rapel na Cachoeira Playmobil. Levar trajes de banho e calçados que possam molhar. 


CACHOEIRA DO PÉ DA SERRA – Duração 3 horas 
A 1 km do centro da cidade (Barra do Garças), após uma caminhada de 10 minutos através de bosques nativos e trilhas que atravessam um córrego de águas cristalinas, encontra-se a Cachoeira do Pé da Serra, de águas geladas e curiosamente, a seu lado, encontra-se uma cachoeira menor de águas mornas, que brotam de dentro da rocha. Um passeio muito agradável. Levar trajes de banho e calçados que possam molhar. 


SERRA DO RONCADOR / VALE DOS SONHOS - Fullday 
A 60 km da cidade por via asfaltada, encontra-se o Vale dos Sonhos, local mais visitado da Serra do Roncador, muito visitada por místicos e esotéricos do mundo inteiro e onde a natureza pode ser observada através de trilhas. As estranhas formações rochosas de esculturas naturais como o Arco de Pedra ou a Esfinge de Pedra, fendas, uma caverna, a Fonte da Água Santa, cachoeiras e o Bosque dos Gnomos são alguns dos atrativos desta região. Almoço em restaurante rústico (não incluído). Levar trajes de banho e calçados confortáveis. O Vale dos Sonhos oferece outros roteiros, mais adequados ao segmento místico (consultar) e estes incluem um almoço tipo lanche. 


RIO DAS MORTES - Fullday 
A 150 km da cidade, encontra-se a região mais interessante deste rio, cuja história se mistura à dos primeiros aventureiros e expedicionários. Na região encontra-se a Mina dos Araés, maior mina de ouro da região, hoje desativada, mas ainda com vestígios dos bandeirantes e a Lagoa Encantada (dentro de uma reserva indígena) que se caracteriza pelo nível inalterável de suas águas e por não conter formas de vida, apesar de sua profundidade. Ainda oferece a opção de passeios de chalana, pesca, trilhas e cachoeiras como a da Fumaça e a Antártica e o Templo da Eubiose. Outros atrativos são a Ilha Bela (acesso por ponte rústica sobre o Rio das Mortes) e a Cachoeira da Ilha do Coco. Almoço opcional. Levar trajes de banho. Este passeio só está disponível dentro de um roteiro de 3 dias ou mais. Seqüência do Vale dos Sonhos. 


O QUE COMPRAR E VIVENCIAR 
Artesanato. Fibras de Cipós, Fibras de Banana, Bambú, Madeiras, Argilas, produção agroindustrial, Doces em Copotas, Licores, Rapaduras, Queijos, culinária local, galinha com arroz, peixes: pacú assado, piraputanga assada, mugica de pintado, ventrecha de pacú, farofa de banana, maria isabel, 


SEGMENTOS E ATIVIDADES TURÍSTICAS 
Turismo de aventura, ecoturismo; turismo de pesca e turismo místico. 








FOTOS: SEDTUR - MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário